Como Fazer o Pagamento do Inss em Atraso✅

como pagar inss atrasadoQuem tem bastante tempo de trabalho possivelmente tem aquela história de alguns anos em que trabalhou mas não fez o recolhimento do INSS da maneira certa. Seja essa ou qualquer outa situação, é importante saber como fazer o pagamento do inss em atraso?

Pode ser até que você tenha esquecido de pagar apenas no mês passado ou que esteja há anos sem fazer o recolhimento. O fato é que é preciso entender como estar em dia com o pagamento do instituto para que seja possível ter acesso aos benefícios que ele oferece em caso de necessidade.

O fato é que esse é um assunto bem delicado, visto que não são todos que podem contribuir com o INSS em atraso, mais do que isso, também não são todos que precisam fazer essa contribuição passada. Pensando em esclarecer essas questões é que hoje vamos falar mais sobre o assunto, acompanhe.

 

Pagamento do INSS em atraso sem comprovação de trabalho

É considerado contribuinte individual aquela pessoa que exerce uma função remunerada de maneira autônoma. Esse tipo de contribuinte pode recolher a contribuição ao INSS em atraso referente a qualquer que seja a época.

Sendo assim, se trabalhou, o contribuinte tem o direito de realizar as contribuições, mesmo que em atraso, em qualquer tempo a fim de regularizar sua situação em qualquer momento que deseje.

Isso porque o contribuinte individual é considerado um segurado obrigatório da Previdência Social.

Vale lembrar, no entanto, que não é preciso comprovar o trabalho quando: o período é inferior a 5 anos e o segurado já tem um cadastro prévio no INSS com contribuinte individual.

Dessa forma, se você já fazia contribuições como contribuinte individual e não ficou por mais de 5 anos sem contribuir, já pode fazer o pagamento das contribuições do INSS em atraso sem que seja preciso comprovar o trabalho, ou mesmo sem que tenha que realizar a formalização do processo administrativo no Instituto.

 

Quem não precisa pagar o INSS em atraso?

Antes mesmo de sair por aí fazendo o cálculo de juros e multa pelo pagamento do seu INSS em atraso, é importante saber se você realmente precisa pagá-lo.

Pois bem, a primeira coisa que o cidadão precisa entender é que nem sempre é sua responsabilidade realizar o pagamento dessa contribuição. Em outros casos, você simplesmente não precisa pagar, bastando que comprove ao INSS que você estava trabalhando na época em questão e o Instituto Nacional de Seguro Social já poderá considerar esse tempo na sua aposentadoria.

Os casos mais comuns que não precisam recolher o benefício em atraso são os seguintes:

  • Trabalhadores rurais antes de 1991
  • Trabalho prestado com contribuinte individual (autônomo) para pessoa jurídica depois de 2003
  • Emprego informal sem o registro em carteira

Caso você se enquadre em algumas dessas condições, não precisa nem perder tempo calculando o valor do INSS em atraso, a dica é procurar documentos que ajudam a comprovar esse tempo de trabalho para que ele conte com tempo de trabalho para aposentadoria sem que você precise pagar nada.

Isso porque a obrigação do pagamento do INSS não é da sua época e você não pode e não deve ser penalizado por isso.

 

Quem pode fazer o pagamento do INSS em atraso?

Agora que você já sabe quem não precisa pagar o INSS em atraso, é essencial entender quem deve fazer esse pagamento.

Pois bem, antes de poder fazê-lo, é necessário que você preencha alguns requisitos antes mesmo de fazer qualquer pagamento do INSS. Se não, o tempo pago de atraso pode simplesmente não contar para a sua aposentadoria.

Isso porque não basta simplesmente pagar alguns meses de contribuição para poder adiantar sua aposentadoria. Se você tentar fazer isso sem observar as regras, pode acabar é perdendo dinheiro.

Então, veja quem pode contribuir em atraso:

  • Contribuinte facultativo

Quem contribui como facultativo pode pagar os atrasados desde que a guia não tenha mais de 6 meses de vencimento. Nesse caso, o cálculo dos atrasos pode ser feito pela internet mesmo.

Depois de 6 meses, só é possível contribuir para o INSS em atrase se você exercia uma atividade profissional com comprovação.

  • Contribuinte individual

Nesse caso, o contribuinte que exerce alguma atividade remunerada pode fazer o pagamento do INSS em atraso a qualquer momento. No entanto, antes mesmo de fazer a emissão da guia de pagamento é importante conferir se o caso exige a comprovação da atividade exercida.

Não é preciso comprovar o trabalho nos casos em que o cidadão já era contribuinte individual e sua última contribuição foi feita a menos de 5 anos.

Em outras palavras, você pode pagar os atrasados de até 5 anos atrás sem qualquer comprovação de trabalho, desde que já fosse um contribuinte individual antes desse período.

Para isso, a guia também pode ser calculada diretamente pelo site do INSS na internet. Você também já pode emitir elas para fazer o pagamento do Inss.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre o pagamento do INSS em atraso, como fazer e quando ele é mesmo necessário!

Leave a Reply